quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Stop Crying Your Heart Out (Faça Seu Coração Parar de Chorar)...

Estou reformando meu interior. Isso leva tempo. A escolha do que jogar fora, o que guardar... dá um trabalho danado...

Faça Seu Coração Parar de Chorar

Segure-se!
Segure-se!
Não tenha medo
Você nunca mudará o que aconteceu e passou

Que seu sorriso (que seu sorriso)
Brilhe (brilhe)
Não tenha medo (não tenha medo)
Seu destino pode mantê-lo aquecido

Porque todas as estrelas
Estão desaparecendo
Apenas tente não se preocupar
Você as verá algum dia
Pegue o que você precisa
E siga seu caminho
E faça seu coração parar de chorar

Levante (levante)
Venha (venha)
Por que você está assustado? (Não estou assustado)
Você nunca mudará o que aconteceu e passou

Porque todas as estrelas
Estão desaparecendo
Apenas tente não se preocupar
Você as verá algum dia
Pegue o que você precisa
E siga seu caminho
E faça seu coração parar de chorar

Porque todas as estrelas
Estão desaparecendo
Apenas tente não se preocupar
Você as verá algum dia
Pegue o que você precisa
E siga seu caminho
E faça seu coração parar de chorar

Onde todos nós, estrelas
Nós estamos desaparecendo
Apenas tente não se preocupar
Você nos verá algum dia
Apenas pegue o necessário
E siga seu caminho
E faça seu coração parar de chorar

Faça seu coração parar de chorar

Stop Crying Your Heart Out

Hold on!
Hold on!
Don't be scared
You'll never change what's been and gone

May your smile (May your smile)
Shine on (Shine on)
Don't be scared (Don't be scared)
Your destiny may keep you warm

'Cause all of the stars
Are fading away
Just try not to worry
You'll see them some day
Take what you need
And be on your way
And stop crying your heart out

Get up (Get up)
Come on (Come on)
Why you scared? (I'm not scared)
You'll never change what's been and gone

'Cause all of the stars
Are fading away
Just try not to worry
You'll see them some day
Take what you need
And be on your way
And stop crying your heart out

'Cause all of the stars
Are fading away
Just try not to worry
You'll see them some day
Just take what you need
And be on your way
And stop crying your heart out

Where all us stars
We're fading away
Just try not to worry
You'll see us some day
Just take what you need
And be on your way
And stop crying your heart out

Stop crying your heart out

Oasis 

Os Barcos...

Você diz que tudo terminou
Você não quer mais o meu querer
Estamos medindo forças desiguais
Qualquer um pode ver
Que só terminou pra você
São só palavras, texto, ensaio e cena
A cada ato enceno a diferença
Do que é amor ficou o seu retrato
A peça que interpreto,um improviso insensato
Essa saudade eu sei de cor
Sei o caminho dos barcos

E há muito estou alheio e quem me entende
Recebe o resto exato e tão pequeno
É dor, se há, tentava, já não tento
E ao transformar em dor o que é vaidade                                   
E ao ter amor, se este é só orgulho
Eu faço da mentira, liberdade
E de qualquer quintal, faço cidade
E insisto que é virtude o que é entulho                                           
Baldio é o meu terreno e meu alarde
Eu vejo você se apaixonando outra vez
Eu fico com a saudade e você com outro alguém
E você diz que tudo terminou
Mas qualquer um pode ver
Só terminou pra você
Só terminou pra você

Legião Urbana             


quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Quem sabe um dia...

"Por razões que desconheço, nossas aproximações foram sempre pela metade. Interrompidas. Um passo para a frente e cem para trás. Retrocessos. Descaminhos. E me pergunto se, quem sabe um dia, na hora certa, nosso encontro pode acontecer inteiro."
CFA

Quem sabe, um dia desses, a gente se encontra. Enquanto isso, eu vou vivendo e deixando a vida contecer...

E da próxima vez que a gente se encontrar, vou pedir para o relógio do mundo dar uma paradinha, só pra esticar esse tempo de abraço que fez meu coração pulsar de um jeito diferente. Ele sabia que era amor...

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Decifra-me ou devora-me...

Não venha me falar de razão.
Não me cobre lógica.
Não me peça coerência.
Eu sou pura emoção.
Tenho razões e motivações próprias.
Sou movida por paixão.
Essa é minha religião e minha ciência.
Não meça meus sentimentos.
Nem tente compará-los a nada.
Deles sei eu.
Eu e meus fantasmas.
Eu e meus medos.
Eu e minha alma.
Sua incerteza me fere, mas não me mata.
Suas dúvidas me açoitam, mas não deixam cicatrizes...
(Paula Campos)

 Odeio quem me rouba a solidão sem em troca me oferecer verdadeiramente companhia! (Nietzsche)

Eu Quero Atitude...

Atitudes verdadeiras, pode ser ou está difícil???? Cansada só de palavras.... vai ficar esperando até quando?? Dá para agir ou está difícil sair da zona do conforto!!!!?????

Consertar Você (Fix You)...

Consertar Você

Quando você tenta o seu melhor, mas não tem sucesso.
Quando você consegue o que quer, mas não o que precisa.
Quando você se sente cansado, mas não consegue dormir.
Preso em marcha ré.

Quando as lágrimas começam a rolar pelo seu rosto.
Quando você perde algo que não pode substituir.
Quando você ama alguém, mas é desperdiçado.
Pode ser pior?

Luzes vão te guiar até em casa
E aquecer teus ossos
E eu tentarei, consertar você

Bem no alto ou bem lá embaixo.
Quando você está muito apaixonado para esquecer.
Mas se você nunca tentar, nunca vai saber.
O quanto você vale.

Luzes vão te guiar até em casa
E aquecer teus ossos
E eu tentarei consertar você

Fix You

When you try your best, but you don't succeed,
When you get what you want, but not what you need,
When you feel so tired, but you can't sleep
Stuck in reverse


And the tears come streaming down your face
When you lose something you can't replace
When you love someone, but it goes to waste
Could it be worse?


Lights will guide you home
And ignite your bones
And I will try, to fix you


And high up above or down below
When you're too in love to let it go
But if you never try, you'll never know
Just what you're worth.


Lights will guide you home
And ignite your bones
And I will try, to fix you.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Até...

Não me importa quantos anos passem... eu sei de uma coisa que sempre foi verdadeira:
"A gente se vê em breve!" 
(Do Filme "Dear John")


Sonhos Verdes...

"Sinto que a Terra girou ao meu redor.
Sinto que estamos mais longe da razão.
Sinto uma saudade do que não me aconteceu.
Sinto seus instintos tão forte quanto os meus..."         

Sigo...

Sigo rompendo, rasgando, desconstruo, restauro, conserto.
Nasci para gerar budas, gerânios e processos de cura.
Tem dia que acordo ocupada em me desorientar o quanto puder
pra nunca precisar de bússolas, relógios, mapas ou qualquer coisa que
envelheça meus sonhos. Minha intuição me guia (...)
(Marla de Queiroz)
 
P.S: N.E.O.Q.E.A.V! ♥
 

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Agimos certo sem querer, Foi só o tempo que errou...

 

De tarde quero descansar
Chegar até a praia e ver
Se o vento ainda esta forte
E vai ser bom subir nas pedras
Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando
Tudo embora...
Agora está tão longe
ver a linha do horizonte me distrai
Dos nossos planos é que tenho mais saudade
Quando olhávamos juntos
Na mesma direção
Aonde está você agora
Alem de aqui dentro de mim...
Agimos certo sem querer
Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil sem você
Porque você esta comigo
O tempo todo
E quando vejo o mar
Existe algo que diz
Que a vida continua
E se entregar é uma bobagem...
Já que você não está aqui
O que posso fazer
É cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos,
Lembra que o plano
Era ficarmos bem...

(Vento No Litoral -Legião Urbana)

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

 
 Poema nº II
(Líryan Kawsttryänny)

Tão cansada desta vida em prosa
De tantas letras frias que corroem a vida
E das palavras frívolas que corrompem a alma
Sem sonetos, tercetos, nem sequer quartetos.

Há fastio, prosa imunda!
Vertido sobre o toque opaco que ofusca a vida
E se debruça, visceral, sobre o sangue que corre da alma
Sem pudor, horror, ou sequer fervor.

Aborrecida com esta prosa tola
De tantos homens que não fazem vida
E dos teus atos frios que desfiguram a alma
Sem talento, pincéis, nem sequer rabiscos.

Só tédio, prosa porca!
Construído com o riso torto que afoga a vida
E se derruba, proposital, sobre o braço que estrangula a alma.
Com louvor, vigor e algum torpor.
Tão desanimada desta vida sem poesia
De tantos atos frios que corroem a vida
E dos pensamentos frívolos que corrompem a alma
Sem talentos, intentos, nem sequer contentos!

Canção do Sonho Acabado...

Já tive a rosa do amor
- rubra rosa, sem pudor.
Cobicei, cheirei, colhi.
Mas ela despetalou
E outra igual, nunca mais vi.
Já vivi mil aventuras,
Me embriaguei de alegria!
Mas os risos da ventura,
No limiar da loucura,
Se tornaram fantasia...
Já almejei felicidade,
Mãos dadas, fraternidade,
Um ideal sem fronteiras
- utopia! Voou ligeira,
Nas asas da liberdade.
Desejei viver. Demais!
Segurar a juventude,
Prender o tempo na mão,
Plantar o lírio da paz!
Mas nem mesmo isto eu pude:
Tentei, porém nada fiz...
Muito, da vida, eu já quis.
Já quis... mas não quero mais...
Cecília Meireles 

A Um Ausente...

Tenho razão de sentir saudade,
tenho razão de te acusar.
Houve um pacto implícito que rompeste
e sem te despedires foste embora.
Detonaste o pacto.
Detonaste a vida geral, a comum aquiescência
de viver e explorar os rumos de obscuridade
sem prazo sem consulta sem provocação
                                     até o limite das folhas caídas na hora de cair.

Antecipaste a hora.
Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas.
Que poderias ter feito de mais grave
do que o ato sem continuação, o ato em si,
o ato que não ousamos nem sabemos ousar
porque depois dele não há nada?

Tenho razão para sentir saudade de ti,
de nossa convivência em falas camaradas,
simples apertar de mãos, nem isso, voz
modulando sílabas conhecidas e banais
que eram sempre certeza e segurança.

Sim, tenho saudades.
Sim, acuso-te porque fizeste
o não previsto nas leis da amizade e da natureza
nem nos deixaste sequer o direito de indagar
porque o fizeste, porque te foste

  Carlos Drummond de Andrade                                    
 

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Pessoa...

Olhar você e não saber
Que você é a pessoa mais linda do mundo
Eu queria alguém lá no fundo do coração
Ganhar você e não querer
É porque eu não quero que nada aconteça
Deve ser porque eu não ando bem da cabeça
Ou eu já cansei de acreditar
O meu medo é uma coisa assim
Que corre por fora entra, vai e volta sem sair,
Oh, não ! Não tente me fazer feliz
Eu sei que o amor é bom demais
Mas dói demais sentir.

Tatuagem no Meu Pensamento...

"Não te dizer o que eu penso
já é pensar em dizer
e isso, eu vi,
o vento leva!
- Não sei mais
sinto que é como sonhar
que o esforço pra lembrar
é a vontade de esquecer..."
Você pegou pesado com meu sentimento
Fez uma tatuagem no meu pensamento
E feito um passarinho, se mandou no vento
Deixou no meu peito esse gosto de amor
Por que você quis fazer amor comigo, se era só por solidão?
Por que você se entregou na hora do desejo, mas não deu seu coração?
Eu fiquei assim, tão fora de mim, tão sem rumo!
Louca de paixão, fora da razão, eu assumo!
Pra esquecer teu sabor, já tentei outro amor
Mas ninguém me toca igual a você
Tá doendo a saudade, não consigo esconder
Tá tão difícil ficar sem você!          
                         







terça-feira, 29 de novembro de 2011

Resposta ao Tempo...

Batidas na porta da frente
É o tempo
Eu bebo um pouquinho
Prá ter argumento
Mas fico sem jeito
Calado, ele ri
Ele zomba
Do quanto eu chorei
Porque sabe passar
E eu não sei
Num dia azul de verão
Sinto o vento
Há fôlhas no meu coração
É o tempo
Recordo um amor que perdi
Ele ri
Diz que somos iguais
Se eu notei
Pois não sabe ficar
E eu também não sei
E gira em volta de mim
Sussurra que apaga os caminhos
Que amores terminam no escuro
Sozinhos
Respondo que ele aprisiona
Eu liberto
Que ele adormece as paixões
Eu desperto
E o tempo se rói
Com inveja de mim
Me vigia querendo aprender
Como eu morro de amor
Prá tentar reviver
No fundo é uma eterna criança
Que não soube amadurecer
Eu posso, ele não vai poder
Me esquecer





segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Saudade...

Saudade, sombra que trilha, por onde
andou a paixão; inevitável cedilha da
palavra "coração".
Saudade, sino plangente, que badala
sem cessar, dentro d`alma e faz a gente 
não sei poruqe, soluçar...
   Saudade, palavra linda, inventada pra
dizer: eu te quis, te quero ainda e
sempre te hei de querer.
Saudade, estrela que fica, quando as
outras já se vão, e, ficando, mortifica
a noite do coração.
Saudade, febre que a gente sem querer
pode apanhar...nunca mata de repente
vai matando devagar.
Saudade, nem é preciso perguntar de
onde ela vem; basta lembrar o sorriso
e os olhos que você tem.
Saudade, fim de um enlevo, que perdi,
não sei por que, pois tudo isso que
escrevo são saudades de você.

Escrevendo...


Fico aqui, escrevendo coisas, tentando colocar para fora tanto sentimento, tantas incertezas, pensamentos. Como forma expressão, tentando de uma forma ou de outra desafogar, liberar o coração. As vezes dá certo, as vezes não, mas é a única coisa que eu posso fazer agora.
É um tipo de desabafo da alma, as vezes nem precisa ser lido, muito menos compreendido, só escrito.
Quando se sentir assim, meio cheio de tantas coisas, tente escrever, ajuda muito. Aqui, ali, em uma folha de caderno. Quantas eu já joguei no lixo, você pode jogar as suas se quiser, ou pode transformá-las em um livro daqui alguns anos. Aliás, você pode fazer o que quiser, só não pode ficar aí, parado, como um prisioneiro de dores, sentimentos, sensações, vontades.
Expresse-se, como quiser, como te faz bem, e de uma vez por todas, ESQUEÇA o que os outros acham, pensam, ou vão pensar, enquanto você ficar aí tentando fazer tudo por todos, ninguém faz nada por você e a maioria, nem liga mesmo.
A pior injustiça que podemos cometer, é aquela que fazemos contra nós mesmos.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Deixa estar que o que for pra ser VIGORA...



Deixe estar, eu hei de ver você bater em minha porta.
Deixe
estar, é sempre assim quem rir por último rir melhor.
Deixe
estar, a vida é isso e o mundo dá tantas voltas.
Talvez em uma delas você vai me encontrar.
Eu sonhei você chorando
Sem saber o que fazer
Só porque me viu passando com outro alguém sem ser você.
Pra quem não tava ligando
Reagiu sem perceber
Tanto que já estou pensando que vou voltar pra você.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Shakespeariana...

Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas.

William Shakespeare     

sábado, 19 de novembro de 2011

Achei essa frase minha cara...

E o único jeito de ser mais malandro que a tristeza é sendo cínico. E lá vai a garota. Comprar pão quente com seu cinismo. Comprar absorvente com seu cinismo. Amar com seu cinismo. Porque só o cinismo vence a tristeza. Porque só o cinismo é mais triste do que a tristeza. E eu virei um muro alto feito de pedras cheias de pontas. Tudo isso só porque eu quero tanto um pouco de carinho que acabei ficando com medo de não ganhar.
   Tati Bernardi


O cinismo já impregnou em mim de um jeito que até eu me incomodo.. e qdo ele vem se aliar
ao sarcasmo que às vezes me invade... nossa! Mas tá aí uma explicação plausível de sua existência.
Só queria que quem me cera compreendesse tal FATO, e causa (cheia de cicatrizes por dentro 
que ninguem vê), que Freud explica!

Lições...

A partir de agora, vou começar a tornar essas lições de vida concretas!


Chega...

Me nego a brigar. Pra quê? Passei uma vida sendo a irritadinha, a que queria tudo do seu jeito. Amor só é amor se for assim. Sotaque tem que ser assim. Comer tem que ser assim. Dirigir, trabalhar, dormir, respirar. E eu seguia brigando. Querendo o mundo do meu jeito. Na minha hora. Querendo consertar a fome do mundo e o restaurante brega. Desde que no controle e irritada. Agora, não quero mais nada. De verdade.
Eu quis tanto ser feliz. Tanto. Chegava a ser arrogante. O trator da felicidade. Atropelei o mundo e eu mesma. Tanta coisa dentro do peito. Tanta vida. Tanta coisa que só afugenta a tudo e a todos. Ninguém dá conta do saco sem fundo de quem devora o mundo e ainda assim não basta. Ninguém dá conta e…quer saber? Nem eu. Chega.
 Tati Bernardi
 

''Não se engane comigo, é na bagunça que eu me arrumo..."

Meu passado não vivi, meu presente começa agora e meu futuro? Vai surpreender muita gente...




Tô me afastando de tudo que me atrasa, me engana, me segura e me retém. Tô me aproximando de tudo que me faz completo, me faz feliz e que me quer bem. Tô aproveitando tudo de bom que essa nossa vida tem. Tô trazendo pra perto de mim quem eu gosto e quem gosta de mim também. Ultimamente eu só tô querendo ver o ‘bom’ que todo mundo tem. Relaxa, respira, se irritar é bom pra quem? Supera, suporta, entenda: isento de problemas eu não conheço ninguém. Queira viver, viver melhor, viver sorrindo e até os cem. Tô feliz, to despreocupado, com a vida eu to de bem.     

Caio F. Abreu

Pinga Amor...


quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Vida, vem cá, vem...

Eu viro a vida do avesso e chupo que nem laranja. Deixo escorrer entre os dedos pro tempo se deliciar e não me devorar. Porque quem eu quero que me coma mesmo é o acaso. E me olhando nos olhos.
Hipocrisia, dá licença que minha autenticidade vai passar.
Um salve à quem faz toda a diferença, uma incontinência de foda-se à quem não não faz falta nenhuma, e à leveza da vida, o meu muito obrigada.
Que falem, que julguem, que pensem e que sonhem. Porque eu estou ocupada sendo loucamente feliz, eternamente exagerada e delirantemente desesperada pela vida. Mais que tudo isso: me amando cada vez mais por ser assim.
E aos que desdenham, um beijo no cotovelo. 
No mais, a vida me convida.
 
Fernanda.Estellita

Que pena, eu não sou o que você quer de mim!


Eu sou uma pessoa má
Eu menti pra você
Eu sou uma pessoa má
Eu menti pra você
Você não podia esperar ouvir uma mentira de mim
Que pena eu não sou o que você quer de mim
Se você tiver que escolher entre você e o seu amor
Você escolhe quem, você escolhe quem?
Se você tiver que escolher entre você e o seu amor
Your love, your love, your love
Talvez o tempo possa me livrar da culpa
Que eu não sei se vem de mim ou da cruz de Jesus
Mas eu tenho ainda um grande amor pra te dar
Quero saber se você aceita ele como for
My love is your love

Eu Menti Pra Você- Karina Buhr
Continue andando. Enfrente seus problemas de cara. Reaja. Vai. Tá pensando que é só você que sofre? Tá enganada. Anda menina. Para de ser infantil. Seja forte. Seja feliz. Seja uma mulher! 
 Caio F Abreu
 

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

terça-feira, 15 de novembro de 2011

 
 "O que eu quero é atitude. Se quisesse palavras comprava um dicionário."

Tati Bernardi
"Eu hoje tive um pesadelo e levantei atento a tempo
Eu acordei com medo e procurei no escuro
Alguém com seu carinho e lembrei de um tempo
Porque o passado me traz uma lembrança
Do tempo que eu era criança
E o medo era motivo de choro
Desculpa pra um abraço ou um consolo
Hoje eu acordei com medo, mas não chorei
Nem reclamei abrigo
Do escuro, eu via um infinito sem presente
Passado ou futuro
Senti um abraço forte, já não era medo,
era uma coisa sua que ficou em mim,
que não tem fim
De repente a gente vê que perdeu
Ou está perdendo alguma coisa
Morna e ingênua
Que vai ficando no caminho
Que é escuro e frio, mas também bonito
Porque é iluminado
Pela beleza do que aconteceu
Há minutos atrás."

Cazuza - Poema

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Eu Escolhi Esperar...

 
 
O começo da ansiedade é o fim da fé.
A ansiedade é o maior inimigo daqueles que esperam o verdadeiro amor.
 
 

Amizade...

Centenas de pessoas atravessam a nossa vida diariamente. Umas passam bem devagar e aproveitam o trajeto ao nosso lado, outras estão sempre correndo e não tem interesse em observar o caminho conosco, e têm aquelas que decidem fazer o mesmo percurso que a gente pelo simples prazer da nossa companhia.
As pessoas que fazem parte da última categoria sabem que nem sempre será prazeroso. Elas também reconhecem que muitas vezes o caminho será complicado. Em outras situações irão questionar qual a razão de agirmos de determinada forma enquanto caminhamos. Mas nunca, em hipótese nenhuma vão achar que o passeio foi em vão.
Amigo de verdade te leva a sério, te leva no riso, te leva no bico, mas te leva.
Te carrega pra vida toda!


São almas que se acalentam,
sorrisos meigos,
braços com os mais variados abraços,
ombros e todos os amparos,
mãos estendidas,
olhares cúmplices,
lágrimas que caem,
vozes,
cheiros,
olhos que são espelhos,
bocas que são conselhos,
sonhos em uma amizade.

Essa semana se chama nostalgia,
Não! Não somente esse semana, mas desde o princípio desse ameaçador fim que o saudosismo toma conta de nossos corações.
São algum tempo juntos e de repente esse tempo torna-se uma vida só nossa.
Algumas mensagens que ando lendo me tiram lágrimas...
Gente, eu sou uma eterna carente de amigos e quero vocês sempre perto de mim...
Pois devo muito do que sou a vocês...
Posso parecer exagerada, pois já suportei as dores de tantas perdas (inclusive de um dos que aqui estão, na foto), mas sempre alguém estava lá pra secar minhas lágrimas, me dar conselhos e "puxar minha orelha", dando carão qdo eu precisei, além, é claro, de compartilhar momentos maravilhosos cmg.

Muito obrigada por tudo!



Cris e Renatinha... putz! Amo muitoo!! Minhas precisosas... Cris, hj, um pouco mais distante, mas vez por outra dar o ar da graça e quer saber a qtas ando.. Renatinha sempre presente, em tão pouco tempo se tornou minha irmazona e sempre participativa dos menores detalhes desta minha encarnação. Parece que a conheço há séculos. Muito bom ter vcs cmg!


   
Renata (Nega), Adriana (A sumida), Nessa (Best Friend) e Ju (Perceirona), quantos anos juntas hein meninas?! Os tempos de colégio, cursinho pré vestibular, durante a faculdade, cada uma na sua, mas nunca deixamos de nos ver, e o pós faculdade... sempre torcendo umas pelas outras para que td que planejamos dê certo! Cada uma.. em especial a Renata e Vanessa, tenho um apreço sem tamanho.. Isso aqui é amor e amizade incondicional!







Lais.. o que dizer dessa morena linda, sapeca, mega extrovertida que conheci há pouco tempo, mas que já faz parte do "meu clubinho"? Chegou e ficou logo de cara, pq gostei dela de graça!











Minha Turma "Terapia Ocupacional 2005.2" que imensidade de sentimentos rolam entre nós... todos, cada um em especial eu tenho um apreço, uma admiração e saudades eternas.. e o quanto vcs me ajudaram, hein?! Aff, nem dá pra contar todas as nossas aventuras, desesperos, festas, abraços, etc. Amodoro vcs.. Carlinhos que não me canso de ver e estar junto (até pq estar cm ele é TDB!).. e as meninas que vez ou outra nos encontramos trago-as sempre em boas lembranças e em encontros nossos de Luluzinha que acontecem.. rssss







E nesta foto da turma, faltou a aquela que eu nuca achei que fosse ser amiga, e  que no final, virou mais que isso... minha quase irmã, Claudinha! No começo era um certo estranhamento, pelo menos de minha parte.. já que ela é calma, doce e pertinente.. e eu, agitada, grossa e as vezes inconveniente! rssss.. mas com o passar dos tempos, e  com a obrigação de fazer trabalhos juntas, fomos nos conhecendo, nos aproximando e vimos que somos mais parecidas do que supunhamos! Adoro-te!








Marcio.. aquele que no meu momento de maior desespero acordou, aliás, foi acordado por mim num sábado de manhã bem cedo.. parou tudo, me ouviu e me deu sua palavra de consolo! E ainda me deu aquele Help na minha organização financeira, de trab e vida! Very, very Thank's!









Esse dois aqui, ah! Falar deles é a coisa mais fácil do mundo.. dois "doidos", extrovertidos, brincalhões e 
amigos do peito pra sempre! Um não está mais entre nós, mas "Renatinho, cedo ou tarde a gt vai se enontrar.. tenho certeza numa bem melhor!" E ele foi essencial em grandes momentos da minha vida.. meu eterno "amiguinho de infância"... E Roni, esse toco de gente que está sempre me ligando, mandando msg e perguntando se preciso de algo! Nunca esquece de mim.. mesmo qdo estou mega estressada e o faço de "saco de pancadas" as vezes. =*



Ah! meus amores...

Vocês bem sabem, perdi algumas coisas nesse tempo que passou, ganhei outras.. e vocês foram extremamente necessários para eu estar aqui agora, e ter vencido... Sabem daquela história do "eterno retorno" de Nietzsche?! Se o demônio do meio dia me perguntasse se eu queria viver essa vida por toda a minha eternidade, lhe responderia que sim. Pois todas as lágrimas e todo o sofrimento não foram maiores que todos os lindos momentos que vivi e muitos desses momentos alguns de vocês, mais de um de vocês, ou até todos vocês, estavam comigo. 
Assumo então o meu fardo, carrego-os para todo o sempre...


" Foi muito lindo te ver pela primeira vez e pensar,
sem palavras: eu quero"

#CaioFernandoAbreu

A falta que ama...

Entre areia, sol e grama
o que se esquiva se dá,
enquanto a falta que ama
procura alguém que não há.

Está coberto de terra,
forrado de esquecimento.
Onde a vista mais se aferra,
a dália é toda cimento.

A transparência da hora
corrói ângulos obscuros:
cantiga que não implora
nem ri, patinando muros.

Já nem se escuta a poeira
que o gesto espalha no chão.
A vida conta-se, inteira,
em letras de conclusão.

Por que é que revoa à toa
o pensamento, na luz?
E por que nunca se escoa
o tempo, chaga sem pus?

O inseto petrificado
na concha ardente do dia
une o tédio do passado
a uma futura energia.

No solo vira semente?
Vai tudo recomeçar?
É a falta ou ele que sente
o sonho do verbo amar?






Carlos Drummond de Andrade

Eu...

Nova era...

Eu sei e você sabe, que nessa vida fugaz, sentir ficou em segundo plano e olhe lá. Emergiu uma nova era, e é pré-requisito de sobrevivência se tornar de pedra. E eu juro que eu entendo, toda vez que você fala que está tudo errado, sem notar que se está errado é por que por mais que você se oponha, continua de carne e osso, afinal.
É que nós dois sabemos, que no século XXI, as coisas e as pessoas são projetadas descartáveis, que ninguém mais tem coragem de dar a cara a tapa, que ser vulnerável está tão démodé... Eu entendo, meu amor, que você se feche, não deixe nenhuma fresta para eu entrar. Eu entendo que "amar" é verbo de gente tola, e que seu ceticismo é deveras protetor.
Mas eu preciso que você saiba, que o mundo está catastroficamente errado, que a gente precisa lutar com unhas e garras. Que você tem que se livrar dessa máscara impermeável, que não tem vergonha em chorar.
Só que eu falo e você não ouve, e eu não sei como lidar com isso. Eu não sei como não fazer disso um martírio, um luto, como não gritar com você pra fazer com que, ao menos uma vez, você me entenda. Eu não sei como não querer te cortar em pedaços, como não te impor a minha noção de realidade. Eu não sei como não querer cuidar de você. Mas, como sempre, eu entendo, eu juro que eu entendo.
.

domingo, 13 de novembro de 2011

♪ Se na vida eu apanho, Outras vezes eu bato, Mas trago a minha blusa aberta e uma rosa em botão ♫

Baladinha de hj...

 Pra que,Te espero de braços abertos Se você caminha pra nunca chegar Então vou no fundoAmeaço ir embora Você diz que prefere quem sabe ficar Eu queria tanto Mudar sua vida Mas você não sabe se vai ou se ficaEu tenho coragem Já estou de saída Você diz que é pouco E pouco pra mim não é bobagem
E eu subo bem alto Pra gritar que é amor Eu vou de escada Pra elevar a dor
Então me lanço, Me atiro em frente ao seu carroE ai você decide se é guerra ou perdão
Se na vida eu apanho Outras vezes eu batoMas trago a minha blusa aberta e uma rosa em botão
E eu subo bem alto Pra gritar que é amor Eu vou de escada Pra elevar a dor
O tempo do passado tá em outro tempo Lembrando de nós dois em um instante que não para Viver é um livro de esquecimento Eu só quero lembrar de você até perder a memória


sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Decepção...

Já dizia Miedson Fernandes, "As vezes é preciso uma decepção, para aprendermos que a vida não é feita apenas de alegria, e sim de tentativas."
Pois, haverá coisa melhor que a decepção? Não é ela que nos limpa das ilusões investidas nos salvadores?
Afinal, Decepção não mata, ensina a viver!!!


Agradecimentos à...

À propósito, te agradeço. Não por ter me magoado e ido embora como se nada tivesse acontecido, mas por ter me ensinado a ser mais forte. E menos tola. (Tati Bernardi)