quarta-feira, 23 de março de 2011

Mulher...


video
Tem aspecto de alegria a face que sente
O que sinte com intensidade de dor.
Parece tristeza os olhos que buscam
A luz de eternidade na efemeridade do querer.
Não há em na alma equilíbrio naquilo que sinte.
...
Ri como uma criança, ao descobrir-se sentinda.
Sofre como uma exilada, na incerteza do tempo a ser vivido
Nesse conflito entre ser e existir, sentir e viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário